“A batalha urbana para além do nome”: segregação urbana entre os Bairros Alto São Jorge e Avenida Governador Muniz Falcão, na cidade de Batalha-AL

  • Larissa Emanuely Silva Nobre Instituto Federal de Alagoas-Campus Batalha
  • Ana Raquel dos Santos Farias
  • Heloisy Mafalda Vieira Aquino
  • Sarah de Souza Costa
  • Artur Ferreira Sales
  • Matteus Freitas de Oliveira

Resumo

RESUMO: O presente trabalho procurou analisar a segregação socioespacial que ocorre na cidade de Batalha, em Alagoas, comparando os bairros Avenida Governador Muniz Falcão e o Bairro Alto São Jorge. Foram verificados os arranjos espaciais e o perfil socioeconômico de seus moradores como marcadores da paisagem urbana, além de identificar os agentes que atuam modelando esses espaços e gerando formas e funções específicas na cena da urbe. Metodologicamente, a pesquisa foi realizada por meio de levantamento de literatura, dados primários oriundos de questionários e entrevistas semiestruturadas. Constatou-se que, mesmo sendo um fenômeno na escala da cidade pequena, os processos decorrentes do modo de produção capitalista nas cidades do ocidente reproduzem as mesmas lógicas de desigualdade e produção dialética das diferenças, intensificando as lutas e a segregação no cotidiano da cidade.

PALAVRAS-CHAVE: Cidade pequena, Capitalismo, Agentes produtores.

 

Publicado
2020-01-13
Como Citar
Nobre, L. E. S., Farias, A. R. dos S., Aquino, H. M. V., Costa, S. de S., Sales, A. F., & Oliveira, M. F. de. (2020). “A batalha urbana para além do nome”: segregação urbana entre os Bairros Alto São Jorge e Avenida Governador Muniz Falcão, na cidade de Batalha-AL. Diversitas Journal, 5(1), 107-121. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v5i1-995
Seção
Ciências Humanas e Sociais Aplicadas