Memória e identidade quilombola: o caso da comunidade remanescente de quilombo Pau d'Arco

  • Clébio Correia de Araújo Uiversidade Estadual de Alagoas
  • Luana da Silva Farias Universidade Estadual de Alagoas
  • Pedro Henrique Soares Pereira Universidade Estadual de Alagoas

Resumo

RESUMO: Uma comunidade quilombola é um espaço em construção sujeito ao descentramento e a globalização como todo o espaço contemporâneo. É plausível apontar que a formação de lugares de memórias dentro dessas comunidades tradicionais, apesar de ser uma manifestação vivida no presente, transporta a comunidade a um passado que dá sentido e unidade ao grupo. No tocante a essa temática, aqui serão tratados dados finais do projeto de pesquisa intitulado Cultura, identidade negra e resistência: O caso da comunidade remanescente de quilombo Pau d’Arco, onde a partir da percepção dos sujeitos quilombolas sobre si mesmos e sobre o grupo a que pertencem, as narrativas e os costumes tradicionais, os pesquisadores procuram identificar e compreender como se constituem e funcionam os lugares de memória da comunidade quilombola Vila Pau d’arco, no município de Arapiraca-AL, construindo assim, uma história de como sua história foi construída. Metodologicamente esse é um trabalho de pesquisa do tipo etnográfico associado à história oral, com uma análise qualitativa dos dados levantados. Esse último, será obtido por meio de entrevistas e observação participante, que implicará na imersão dos pesquisadores no universo sócio cultural dos sujeitos pesquisados.

PALAVRAS-CHAVE: quilombo; história oral; comunidades tradicionais.

Biografia do Autor

Luana da Silva Farias, Universidade Estadual de Alagoas

Nasceu e cresceu em Taquarana - AL.

Pedro Henrique Soares Pereira, Universidade Estadual de Alagoas

Nascido em Igaci - AL. Atualmente morando em Arapiraca-AL.

Publicado
2020-01-13
Como Citar
Araújo, C. C. de, Farias, L. da S., & Pereira, P. H. S. (2020). Memória e identidade quilombola: o caso da comunidade remanescente de quilombo Pau d’Arco. Diversitas Journal, 5(1), 188-202. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v5i1-935
Seção
Ciências Humanas e Sociais Aplicadas