Ergasilus sp. (Copepoda: Ergasilidae), parasito de Genidens barbus (Lacepède, 1803) provenientes do Canal de Bertioga, São Paulo

  • Beatriz Narciso Agostinho Unesp
  • Rodney Kozlowiski Azevedo Centro Universitário Cesmac – CESMAC
  • Vanessa Doro Abdallah Centro Universitário Cesmac – CESMAC

Resumo

RESUMO Espécies de Ergasilus Nordman, 1832 são copépodos parasitos encontrados em todo o mundo em ambientes aquáticos, e são considerados importantes causadores de doenças em piscicultura. As fêmeas destes crustáceos são encontradas parasitando os peixes, uma vez que os machos possuem vida livre no zooplâncton. Um de seus importantes hospedeiros, Genidens barbus, ocorre na costa Leste do Brasil, em águas costeiras, estuários e no curso inferior de rios, desde o Rio de Janeiro até o Rio da Prata, sendo considerado o bagre marinho mais abundante nas regiões estuarinas do Sudeste/Sul do Brasil. A existência de espécies desconhecidas de parasitos ainda é muito grande, por isso há a necessidade de se conhecer mais à respeito da biodiversidade parasitária existente para servir de auxílio para as espécies que base para novas descrições e até mesmo re-descrições.  Com isso, o presente estudo teve o objetivo de estudar a biodiversidade de ectoparasitos de G. barbus coletados no Canal de Bertioga – SP. Foram coletados sete espécimes deste hospedeiro por um pescador local e levados até o laboratório de Ictioparasitologia na cidade de Bauru, onde foram necropsiados individualmente. No momento da necropsia as brânquias foram analisadas a procura de ectoparasitos. Este órgão foi passado pela peneira com abertura de 75µm e lavado em água corrente e o conteúdo foi analisado em estereomicroscópio à procura de parasitos. Foram encontrados um total de 111 espécimes de copépodas parasitando as brânquias, sendo 40 espécimes pertencentes a espécie Ergasilus sp. (Copepoda: Ergasilidae) e os outros 71 espécimes ainda não foram identificados. A espécie analisada no presente estudo apresentou intensidade média = 13,3 ± 2,44; abundância média = 5,71 ± 0,82 e prevalência = 42,9%. Desse modo, o estudo realizado com a biodiversidade parasitária tem se apresentado como um importante recurso para o conhecimento mais especifico de parasitos de peixes ainda não analisados, como é o caso das diversas espécies encontradas no Canal de Bertioga, um dos importantes estuários brasileiros.

PALAVRAS-CHAVE: Ergasilus, Biodiversidade, Canal de Bertioga.

Publicado
2020-01-13
Como Citar
Agostinho, B. N., Azevedo, R. K., & Abdallah, V. D. (2020). Ergasilus sp. (Copepoda: Ergasilidae), parasito de Genidens barbus (Lacepède, 1803) provenientes do Canal de Bertioga, São Paulo. Diversitas Journal, 5(1), 44-49. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v5i1-930