Uso do ácido salicílico como atenuador aos efeitos do déficit hídrico em plantas de manjericão

  • Josabete Salgueiro Bezerra de Carvalho UFRPE
  • João Pedro Ramos da Silva UFRPE/UAG
  • Rita de Cássia Monteiro Batista UFV

Resumo

Nos últimos anos a disponibilidade hídrica vem sendo fortemente afetada gerando impactos negativos sobre os vegetais. Mecanismos que permitam as plantas resistirem períodos prolongados de seca vem sendo uma estratégia para manutenção da produção agrícola. Com isso, o objetivo desse trabalho foi avaliar a utilização do ácido salicílico como estratégia de mitigar os efeitos do déficit hídrico em plantas de manjericão (Ocimum basilicum L.). O trabalho foi conduzido em estufa e o delineamento experimental foi inteiramente casualizado. Os tratamentos consistiram em: T1- Plantas irrigadas sem aplicação do AS; T2- Plantas irrigadas com aplicação de AS; T3- Plantas não irrigadas sem aplicação do AS; e T4- Plantas não irrigadas com aplicação de AS. Em relação aos sintomas visuais, o ácido salicílico não atenuou o murchamento das plantas não irrigadas, não interferindo também na altura das plantas de manjericão. Quanto à condutância estomática, houve um aumento de mais de 100% para as plantas não irrigadas com AS (T4) quando comparadas às plantas não irrigadas sem AS (T3). Para a temperatura foliar, o déficit hídrico influenciou no aumento da temperatura. Em relação ao teor relativo de água houve um aumento de 44,5% com aplicação do AS nas plantas não irrigada (T4) comparadas com as plantas não irrigadas sem AS (T3). Conclui-se que o ácido salicílico contribuiu positivamente como atenuador aos efeitos do estresse hídrico em plantas de manjericão, promovendo incremento nas variáveis condutância estomática e teor relativo de água.

Biografia do Autor

João Pedro Ramos da Silva, UFRPE/UAG

Graduando em Agronomia

Rita de Cássia Monteiro Batista, UFV

Mestranda em Fisiologia vegetal na UFV

Publicado
2020-07-05
Como Citar
Carvalho, J. S. B. de, Silva, J. P. R. da, & Batista, R. de C. M. (2020). Uso do ácido salicílico como atenuador aos efeitos do déficit hídrico em plantas de manjericão. Diversitas Journal, 5(3), 1561-1574. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v5i3-888