Revisão integrativa sobre o conhecimento de idosos em relação a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (SIDA)

  • Marina Rodrigues Carvalho UNEAL
  • Ana Caroline Melo dos Santos Faculdade Regional da Bahia – UNIRB

Resumo

RESUMO: Observa-se no Brasil uma tendência para o crescente envelhecimento populacional, onde tal cenário faz emergir questões de grande relevância para os idosos, tais como a sexualidade presente neste público e que não vem tendo o merecido reconhecimento por parte dos meios formais de saúde. Desta maneira esta situação tem acarretado em graves problemas, sendo o principal deles as lacunas de conhecimento em relação as IST/SIDA. Sendo assim, este estudo teve como principal objetivo identificar na literatura sobre o conhecimento de idosos em relação a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (SIDA). No presente trabalho, uma revisão integrativa da literatura foi realizada tendo sido selecionados seis artigos dos últimos cincos anos (2014- a 2019) que tenham empregado o questionário QHIV3I em suas pesquisas. Desta forma, a partir da análise dos estudos obteve-se das amostras um perfil sociodemográfico composto em sua maior parte por mulheres, de baixa escolaridade e renda, sobre as quais foi possível observar um número significativo de erros nos domínios conceito e transmissão do HIV, sendo possível concluir através dessa realidade que embora exista um conhecimento por parte destes idosos em relação a SIDA, este ainda apresenta-se como incipiente e fragmentado.

PALAVRAS-CHAVE: AIDS, SAÚDE PÚBLICA, IDOSO.

Publicado
2020-10-28
Como Citar
Carvalho, M. R., & Santos, A. C. M. dos. (2020). Revisão integrativa sobre o conhecimento de idosos em relação a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (SIDA). Diversitas Journal, 5(4), 2985-2994. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v5i4-886