Potencial fisiológico de sementes de feijão tratadas com micronutrientes

  • Sueli da Silva Santos-Moura Universidade Federal da Paraíba
  • Edilma Pereira Gonçalves
  • Jeandson Silva Viana
  • Larissa Guimarães Paiva
  • Mácio Farias de Moura

Resumo

A deficiência nutricional é um dos fatores que afetam a produção do feijão em diversas regiões do Brasil e o baixo rendimento dessa cultura é muitas vezes em função da exploração inadequada em áreas com baixa fertilidade, além de pouco investimento tecnológico. O tratamento de sementes com a aplicação de micronutrientes é uma forma prática e eficiente de fornecer-lo de maneira mais rápida para acultura. Objetivou-se avaliar a qualidade fisiológica de sementes de feijão submetidas a diferentes períodos de embebição em soluções com boro e molibdênio. Para a aplicação dos micronutrientes boro (B) e molibdênio (Mo) nas sementes de feijão, realizou-se inicialmente a dissolução das fontes em 4 ml de água destilada e posteriormente as sementes foram embebidas por 1, 2, 3, 4 e 5 horas à temperatura ambiente, e para a testemunha, utilizou-se as sementes sem tratamento, constituindo o período zero. Após cada período de embebição as sementes foram submetidas aos seguintes testes: porcentagem de germinação, primeira contagem de germinação, comprimento e massa seca da raiz e parte aérea. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente ao acaso com quatro repetições de 25 sementes.  Verificou-se que o tempo de embebição das sementes nas soluções de boro e molibdênio influenciou positivamente a germinação e o vigor das sementes de feijão, sendo recomendado a embebição por um período de cinco horas.

Publicado
2019-10-03
Como Citar
Santos-Moura, S. da S., Pereira Gonçalves, E., Silva Viana, J., Guimarães Paiva, L., & Farias de Moura, M. (2019). Potencial fisiológico de sementes de feijão tratadas com micronutrientes. Diversitas Journal, 4(3), 1119-1129. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v4i3.836
Seção
Dossiê Temático - Produção agrícola nos trópicos