Compreensão sobre o bullying em escolas de educação básica de Arapiraca/AL: semelhanças e dissonâncias

  • José Cleferson Alves Ferreira da Silva Universidade Federal de Alagoas, Campus Arapiraca
  • João Paulo de Oliveira Nunes
  • Lica Lorraynne Correia Araújo
  • Cícera Lopes dos Santos
  • Maria Lusia de Morais Belo Bezerra

Resumo

RESUMO: O bullying é um problema de saúde pública presente principalmente em escolas. Diante disso, este trabalho buscou identificar as semelhanças e dissonâncias a respeito da compreensão de estudantes do ensino fundamental e médio sobre bullying em escolas de Arapiraca-AL. Trata-se de um estudo quantiqualitativo, que foi realizado em quatro escolas da rede pública de Arapiraca-AL, duas de ensino fundamental e duas de ensino médio no período de novembro 2016 a agosto de 2017. Foram realizadas visitas e ações educativas nas escolas, sendo aplicadas enquetes que obteve a participação de 516 alunos com faixa etária de 10-29 anos. A temática do bullying foi apresentada utilizando banner e foram adotadas fichas de vivências durante as intervenções. Os dados coletados foram tabulados em planilha do Microsoft Office Excel, versão 2013. Os alunos demonstraram interesse pela temática e relataram da necessidade de abordagem nas escolas. Os dados das enquetes refletiram que é essencial que se tenha outros momentos nas escolas para discussões e sensibilização sobre o tema. Em todas as escolas o bullying se faz presente, mas geralmente consideram a prática como brincadeira. Nesta perspectiva, intervenções se mostram como uma ferramenta importante para se fazer uma análise prévia da temática na escola. Diante do exposto, é relevante destacar que independentemente do nível escolar os alunos possuem pouco conhecimento sobre o tema, porém, o interesse foi evidente, o que pode facilitar futuras intervenções. Ademais, as escolas podem fazer parcerias com a secretaria de saúde, para promover acompanhamento psicológico com os alunos.

PALAVRAS-CHAVE: Violência escolar, ação educativa, sensibilização.

Referências

AGUIAR, L. G. F; BARRERA, S. D. Manifestações de bullying em diferentes contextos escolares: um estudo exploratório. Psicologia: Ciência e Profissão, v. 37, n. 3, p. 669-682, 2017.

ANGROSINO, M. Etnografia e observação participante: coleção pesquisa qualitativa. Bookman Editora; 2009.

BRASIL. Lei nº 13.185, de 6 de novembro de 2015. Institui o Programa de Combate à Intimidação Sistemática (Bullying). Brasília, DF, 2015. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13185.htm>. Acesso em: 28 ago.2018.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Saúde / Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC / SEF, 1998. 138 p.

BERNARDINI, C. H. Bullying escolar: uma análise do discurso de professores. LABORE Laboratório de Estudos Contemporâneos, v.9, n.2, 2010. Disponível em: <http://www.e-publicacoes.uerj.br/ojs/index.php/polemica/article/view/2754/1875>. Acesso em: 27 jul.2018.

CALHAU, L. B. Bullying: o que você precisa saber: identificação, prevenção e repressão. Niterói, RJ: Impetus, 2010.

FANTE, C. Fenômeno Bullying: como prevenir a violência nas escolas e educar para a paz. São Paulo: Verus, 2005.

FIELD, E. M. Bully blocking: six secrets to help children deal with teasing and bullying, Bully busting. Sydney: Finch Pub., 1999.

HORTA, C. L. et al. Bullying e uso de substâncias psicoativas na adolescência:

uma revisão sistemática. Ciência & Saúde Coletiva, v. 23, n.1, p. 123-139, 2018.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar. Rio de Janeiro: IBGE, 2009.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar. Rio de Janeiro: IBGE, 2016.

LAMAS, K. C. A. et al. Bullying e Relação Professor-Aluno: Percepções de Estudantes do Ensino Fundamental. Psico, Porto Alegre, v. 44, n. 2, p.263-272, 2013. Disponível em:<http://revistaseletronicas.pucrs.br/revistapsico/ojs/index.php/revistapsico/article/view/11738/9645>. Acesso em: 05 set.2018.

LIBERAL, E. F. et al. Escola segura. Jornal de Pediatria, Rio de Janeiro: Medpress, v. 81, Supl. 5, S155-S163, 2005. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0021-75572005000700005>. Acesso em: 28 jul.2018.

MALTA, D. C. et al. Bullying nas escolas brasileiras: resultados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE). Ciência e Saúde Coletiva, v. 15, n. 2, p. 3065-3076, 2010.

MELO, F. C. M. et al. A prática de bullying entre escolares brasileiros e fatores associados, Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar 2015. Ciência & Saúde Coletiva, v. 22, n. 9, p. 2939-2948, 2017.

NETO, A. A. L. Bullying: comportamento agressivo entre estudantes. Jornal de Pediatria, Rio de Janeiro, v. 81, n. 5, p. 164-172, 2005.

SILVA, A. B. B. Bullying: mentes perigosas nas escolas. Rio de Janeiro: Objetiva, 2010.

SILVA, C. S.; COSTA, B. L. D. Opressão nas escolas: o bullying entre estudantes do ensino básico. Cadernos de Pesquisa, v.46, n.161, p.638-663, 2016.

SILVA, E. N.; ROSA, E. C. S. Professores sabem o que é bullying? Um tema para a formação docente. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, SP, v. 17, n. 2,p. 329- 338, 2013.

SOUZA, K. R.; KERBAUY, M. T. M. Abordagem quanti-qualitativa: superação da dicotomia quantitativa-qualitativa na pesquisa em educação. Educação e Filosofia. Uberlândia, v. 31, n. 61, p. 21-44, 2017. Disponível em: <http://www.seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/29099>. Acesso em: 28 set.2018.

TURATO, E. R. Métodos qualitativos e quantitativos na área da saúde: definições, diferenças e seus objetos de pesquisa. R. Saúde Pública, São Paulo, p.507-514. 2005.

ZEQUINÃO, M. A. et al. Bullying escolar: um fenômeno multifacetado. Educação e Pesquisa. São Paulo: v. 42, n. 1, p. 181-198, 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1517-97022016000100181&script=sci_abstract&tlng=pt>. Acesso em: 29 jul. 2018.

Publicado
2020-04-07
Como Citar
Silva, J. C. A. F. da, Nunes, J. P. de O., Araújo, L. L. C., Santos, C. L. dos, & Bezerra, M. L. de M. B. (2020). Compreensão sobre o bullying em escolas de educação básica de Arapiraca/AL: semelhanças e dissonâncias. Diversitas Journal, 5(2), 876-887. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v5i2-697