Marine bioinvasions: bivalve molluscs introduced in northeast Brazil

Resumo

RESUMO: As espécies exóticas invasoras são aquelas que, uma vez introduzidas a partir de outros ambientes, adaptam-se, passando a se reproduzir e proliferar em locais que outrora não habitavam. A introdução de espécies exóticas marinhas como resultado da atividade antrópica, seja de maneira intencional ou não, é um processo que remota há séculos, o que torna difícil avaliar o impacto dessas atividades, sendo sempre importante estudos que abordem o status de conhecimento sobre tais organismos. Dessa forma, essa pesquisa tem como objetivo reunir as informações sobre os moluscos bivalves invasores de ecossistemas marinhos do nordeste brasileiro, além de discutir sobre os conhecimentos dessa fauna invasora para as regiões nordeste, sudeste e sul do Brasil. Para isso, houve buscas pela bibliografia em 5 bases de dados - SciELO, Web of Science, Google Acadêmico, ScienceResearch.com e Portal I3N Brasil do Instituto Hórus de Conservação Ambiental. Foram contabilizados três bivalves invasores para a região Nordeste do Brasil. Quando comparado com as regiões sul e sudeste, o Nordeste apresenta uma quantidade significativa de pesquisas sobre a ecologia das espécies Isognomon bicolor (C. B. Adams, 1845) e Mytilopsis leucophaeata (Conrad, 1831), o que é muito importante, visto que, com esses resultados torna-se possível o rastreamento e compreensão das vias que viabilizam as bioinvasões. Em relação a Perna perna (Linnaeus, 1758), embora haja uma discussão sobre sua suposta introdução em águas brasileiras, a espécie pode ser considerada invasora no nordeste brasileiro.

PALAVRAS-CHAVE: Espécies invasoras, ecossistema marinho, ecologia.

Biografia do Autor

Luan Lucas Cardoso Lima, Universidade Estadual de Campinas

Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Alagoas (UNEAL) Campus I. Mestrando em Biologia Animal pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Instituto de Biologia (IB). Durante a graduação, atuou por dois anos como bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI/FAPEAL), no Polo Tecnológico Agroalimentar de Arapiraca, onde realizou pesquisas no Laboratório de Recursos Florestais. Possui experiência internacional com a implementação do projeto Herbs4Youth - Bridging the Ocean pela ONG eslovaca Obcianske zdruzenie No Gravity, onde participou da conferência final na Universidad Catolica de Murcia, em Murcia, Espanha. Estagiou por dois meses na instituição Outward Bound Costa Rica, onde realizou atividades de preservação da Tartaruga-de-Couro (Dermochelys coriacea) nos países Costa Rica e Panamá, desenvolvendo também as seguintes atividades: Conservação e pesquisa aplicada, educação ambiental e desenvolvimento da sustentabilidade local. Na graduação atuou como monitor das disciplinas Zoologia dos Cordados e Zoologia dos Invertebrados por quatro semestres consecutivos

Flávio Dias Passos, Universidade Estadual de Campinas

Biólogo, com Bacharelado em Ciências Biológicas pelo Instituto de Biociências da USP. Fez Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado em Ciências na Área de Zoologia pelo Departamento de Zoologia do mesmo Instituto. Especialista nas áreas de taxonomia, anatomia e biologia de moluscos, envolvido em pesquisas antárticas desde 1996, quando iniciou os trabalhos de identificação dos bivalves coletados pelas primeiras expedições científicas brasileiras. Participou de três ?Operações Antártica?, desenvolvendo pesquisas que resultaram na Tese de Doutorado, defendida em 2003. Publicou trabalhos em revistas científicas de reconhecimento nacional e internacional. Participou como colaborador na equipe de tradutores da obra ?Invertebrates? (Brusca & Brusca, 2003, segunda edição). É pesquisador e docente do Departamento de Biologia Animal do Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), onde desenvolve estudos com biologia de moluscos, com ênfase na taxonomia, anatomia e ecologia de bivalves, gastrópodes e aplacóforos; ministra disciplinas de Invertebrados na Graduação e orienta alunos pelos Programas de Pós-Graduação em Biologia Animal e em Ecologia.

Publicado
2021-01-27
Como Citar
Lima, L. L. C., & Passos, F. D. (2021). Marine bioinvasions: bivalve molluscs introduced in northeast Brazil. Diversitas Journal, 6(1), 507-526. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v6i1-1684