Aplicação de óxidos de metais como catalisadores heterogêneos na isomerização da glicose em meio aquoso

Resumo

RESUMO: Atualmente, o uso de fontes renováveis e sustentáveis para produzir energia e produtos químicos associados ao desenvolvimento de catalisadores heterogêneos é uma estratégia promissora, pois esses possuem a vantagem de serem recuperados e reutilizados, diminuindo custos e contaminações no produto. Nesse sentido, açúcares derivados de biomassa, como glicose e frutose, podem ser empregados como blocos de construção para fabricação de insumos químicos, que podem complementar ou substituir alguns derivados petroquímicos e que apresentam grande potencial industrial e alto valor agregado. Dessa forma, a isomerização da glicose à frutose em meio aquoso foi estudada utilizando óxidos de metais SnO2, MoO3 e SnO2/MoO3 comparativamente à reação sem catalisador. Foram avaliadas as atividades catalíticas em termos de conversão e rendimento à frutose nas temperaturas de 50 e 70º C com tempos de reação de 0,25 a 6 h. Os catalisadores foram caracterizados utilizando técnicas como espectroscopia de absorção na região do infravermelho (FTIR), análise termogravimétrica (TG/DTA) e difração de raio-X (DRX). Os resultados demonstram que o fator principal que influência a conversão da glicose são os sítios ácidos presentes nos sistemas catalíticos. Com esse estudo pode-se constatar que o óxido de molibdênio e o óxido misto conduziram a altas conversões, porém o óxido de molibdênio apresentou melhores resultados em termos de rendimento à frutose. Além disso, foram identificados e quantificados outros produtos minoritários como gliceraldeído e piruvaldeído.

PALAVRAS-CHAVE: Biomassa. Catálise. Monossacarídeos.

Biografia do Autor

Evellyn Patricia Santos da Silva, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Universidade Federal de Alagoas (UFAL) Campus A. C. Simões, Instituto de Química e Biotecnologia (IQB), Grupo de Catálise e Reatividade Química (GCaR). Bacharel em Química Industrial (UFAL) e discente do mestrado no Programa de Pós-Graduação em Química e Biotecnologia (PPGQB/UFAL). Maceió-AL, Brazil.

Thatiane Veríssimo dos Santos, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Universidade Federal de Alagoas (UFAL) Campus A. C. Simões, Instituto de Química e Biotecnologia (IQB), Grupo de Catálise e Reatividade Química (GCaR). Mestre em Ciências (UFAL) e discente no doutorado do Programa de Pós-Graduação em Química e Biotecnologia (PPGQB/UFAL). Maceió-AL, Brazil.

Simoni Margareti Plentz Meneghetti, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Universidade Federal de Alagoas (UFAL) Campus A. C. Simões, Instituto de Química e Biotecnologia (IQB), Grupo de Catálise e Reatividade Química (GCaR). Doutora em Química pela Université Louis Pasteur e docente do (IQB/UFAL). Maceió-AL, Brazil.

Publicado
2021-01-29
Como Citar
Silva, E. P. S. da, Santos, T. V. dos, & Meneghetti, S. M. P. (2021). Aplicação de óxidos de metais como catalisadores heterogêneos na isomerização da glicose em meio aquoso. Diversitas Journal, 6(1), 801-822. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v6i1-1600