Brasil e Estados Unidos: Uma análise do comércio internacional e bilateral no período 2005-2016

Resumo

RESUMO: As relações comerciais entre o Brasil e os Estados Unidos são antigas e datam desde a independência do Brasil. Os Estados Unidos sempre foram um importante parceiro comercial do país, no entanto, seu peso na pauta de comércio brasileira tem se reduzido paralelamente à intensificação da fragmentação internacional da produção e ao crescente destaque da parceria do Brasil com a China. O objetivo do artigo é apresentar uma análise comparativa da inserção do Brasil e dos Estados Unidos no comércio internacional e da relação comercial entre eles no período recente (2005-2016). A análise estatística por meio dos dados da COMTRADE demonstrou que os principais produtos da pauta de exportações brasileira para os Estados Unidos apresentam maior grau de sofisticação tecnológica, do que a pauta para o mundo. Os resultados também apontam para uma maior concentração nas exportações do que nas importações do Brasil e uma tendência de crescimento do grau dessa concentração. O Brasil apresenta uma especialização muito maior em produtos de baixa intensidade tecnológica, porém há uma maior presença de produtos com mais intensidade tecnológica nas exportações para os Estados Unidos, demonstrando a relevância das relações com esse parceiro comercial no período recente.

PALAVRAS-CHAVE: padrão de especialização comercial, relações bilaterais, pauta de exportação.

Publicado
2021-01-30
Como Citar
Hermida, C. do C., & Oliveira, S. S. de. (2021). Brasil e Estados Unidos: Uma análise do comércio internacional e bilateral no período 2005-2016. Diversitas Journal, 6(1), 1092-1113. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v6i1-1505
Seção
Economia, Administração e Desenvolvimento Rural