Considerações sobre identidade e os papeis sociais da mulher na realidade de comunidades quilombolas alagoanas

Resumo

RESUMO: Neste artigo, debatemos de forma breve e sucinta conceitos caros ao contexto social em que vivemos, como identidade e papeis sociais da mulher na realidade de comunidades quilombolas. Para este fim, selecionamos seis comunidades de quilombo alagoanas: Muquém, em União dos Palmares/ Al; Jussara, Mariana e Filús, em Santana do Mundaú/ Al, localizadas na Região Serrana dos Quilombos; Gurgumba e Sabalangá, em Viçosa/ Al, situadas na Região Planalto da Borborema. A partir da observação empírica do modus vivendi desse povo, veremos se é possível apreender algumas nuances de suas construções identitárias e como é ser mulher nesse universo particular e local. Por meio da discussão de conceitos elaborados por Rampton (2006), Souza Santos (2013) e Stella (2014) sobre identidades e pela metodologia de pesquisa sociolinguística adotada por William Labov (2008 [1972]), averiguamos como os efeitos da modernidade e da globalização têm afetado a todos nós, independente da etnia, gênero ou classe social, levando-nos para uma direção cada vez menos local e cada vez mais global. 

PALAVRAS-CHAVE: identidade, mulher, comunidade quilombola.

Publicado
2021-01-31
Como Citar
Santos, D. N. (2021). Considerações sobre identidade e os papeis sociais da mulher na realidade de comunidades quilombolas alagoanas. Diversitas Journal, 6(1), 1665-1679. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v6i1-1493