Recobrimento de Superfícies metálicas por Filmes de Titânia meso-macroporosa

Resumo

RESUMO: O desenvolvimento de materiais porosos tem sido um dos objetivos da nanotecnologia. Existe uma necessidade cada vez mais real de entender os mecanismos que geram materiais auto-estruturados especificamente aqueles que se originam de moldes de partículas coloidais como: polímeros, sílica, titânia e silício. A importância desses moldes é produzir dispositivos com aplicações industriais como: células solares, dessalinizadores, baterias e cristais fotônicos. Uma das principais dificuldades encontradas na aplicação de partículas coloidais é produzí-las em larga escala com tamanho uniforme e depositá-las em superfícies planas para que possam cobrir homogeneamente um substrato formando domínios cristalográficos em escala micrométrica. O objetivo deste trabalho consiste em analisar a formação de filmes nanocristalinos de titânia em superfícies metálicas que foram caracterizados por Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). Os substratos metálicos eram placas comerciais de aço encontradas em lojas de material de construção. O substrato foi recoberto com esferas de látex infiltradas por solução precursora de titânia e posteriormente tratatado termicamente num forno tubular a 600 oC durante uma hora. Observa-se que o substrato metálico influencia a topografia do filme de titânia mesoporosa resultando em uma estrutura lamelar em que há possibilidade de interação com o meio externo. Estes resultados mostram que o substrato influencia diretamente a topografia da titânia mesoporosa que não é mais hexagonal com poros ordenados, mas lamelar possibilitando produção de membranas auto-limpantes com aplicação direta na construção civil.

PALAVRAS-CHAVE: Partículas coloidais, Substrato metálico, Estrutura lamelar.

Biografia do Autor

Djalma de Albuquerque Barros Filho, Instituto Federal de Alagoas

Possui graduação em Física pelo Instituto de Física e Química de São Carlos da Universidade de São Paulo (1990), mestrado em Física pelo Instituto de Física e Química de São Carlos da Universidade de São Paulo (1992) e doutorado em Físico-Química pelo Instituto de Física e Química de São Carlos da Universidade de São Paulo (1997). Pós-Doutorado pela Universidade de Toronto em 1999 e Pós-Doutorado pela UNESP em 2001. Participou como pesquisador na Universidade Bandeirante de São Paulo como membro do corpo docente do Mestrado Profissional de Biomateriais da UNIBAN Brasil até 2012.Tem experiência na área de Física, com ênfase em Físico-Química, atuando principalmente nos seguintes temas: sol-gel, materiais óxidos, modelagem química, cristais fotônicos e fotoeletroquímica. Atualmente, é professor do Instituto Federal de Alagoas Campus Maceió com Dedicação Exclusiva atuando na orientação de bolsistas de iniciação científica e focado no desenvolvimento de modelagem de titânia meso-macroporosa a ser aplicada em biomateriais, células solares e dessalinização dos oceanos.

Publicado
2021-01-30
Como Citar
Cavalcante, G. C., Barros Filho, D. de A., Freitas, A. J. D. de, Sousa, J. dos S., Freitas, J. D. de, & Moreira, W. M. (2021). Recobrimento de Superfícies metálicas por Filmes de Titânia meso-macroporosa . Diversitas Journal, 6(1), 848-858. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v6i1-1467