A prática da capoeira em espaços de Educação não formal: um diálogo com Paulo Freire

Resumo

RESUMO: Esta pesquisa objetivou compreender os sentidos atribuídos a prática da capoeira, enquanto linguagem social e a relação com o contexto educativo. Ancorado na Educação não Formal, este estudo, com abordagem qualitativa, indagou por meio de entrevistas semi-estruturadas como a relação prática da capoeira-educação vem sendo compreendida, sob a ótica de Mestres capoeiristas locais, subsidiado pela técnica da análise de conteúdo. Os resultados foram estruturados a partir de categorias analíticas e empíricas. As analíticas apontaram aproximações relativas à desigualdade social, educação libertadora e educação não formal, que trouxeram aspectos como a marginalização, falta de reconhecimento e discriminação da prática. As categorias empíricas: capoeira e prática educativa, aproximaram as discussões que perpassam a educação no ambito da capoeira, evidenciando sentidos que reverberam o resgate de valores sociais, o estreitamento das relações entre os povos, formação e cultura, a emancipação do sujeito,  fortalecendo a prática cidadã.

PALAVRAS-CHAVE: Prática Educativa; Educação Libertadora; Linguagem Social.

Publicado
2021-06-01
Como Citar
Silva, T. I. da, Silva, V. R. V. da, & Bona, V. de. (2021). A prática da capoeira em espaços de Educação não formal: um diálogo com Paulo Freire. Diversitas Journal, 6(2), 2559-2569. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v6i2-1416

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##