Transtornos Mentais na gestação: revisão integrativa

Resumo

RESUMO: A gestação é um período de inúmeras mudanças, sejam físicas ou mentais. Algumas alterações de ordem psiquiátrica por vezes não são percebidas durante o acompanhamento do pré-natal. Objetiva-se discutir acerca da predisposição da gestante para o desenvolvimento de transtornos mentais na gestação. A metodologia utilizada foi a revisão integrativa, realizada a partir de bases eletrônicas em uma análise de publicações amplas que se enquadram na temática. Como resultados, observou-se que a temática possui uma quantidade escassa de estudos, avaliando assim, a necessidade para o desenvolvimento de novos artigos, bem como a prática dos resultados de estudos que estão disponíveis. O presente artigo reuniu estudos que demonstraram uma relação entre gravidez e transtorno mental, este estando relacionado a fatores internos, com alterações hormonais e externas voltadas para os elementos determinantes de saúde. Foi avaliado o papel do enfermeiro como agente de conhecimento e quanto a seu desempenho para avaliação de psicopatologias e sua função como psicoterapeuta. Conclusão observa-se que quando se trata em desequilíbrios psiquiátricos detalhes passam a serem mais sutis, exigindo dos profissionais um olhar mais aguçado para identificar, prevenir e tratar, além da circunstância exigir um tratamento multidisciplinar.

PALAVRAS-CHAVE: Fatores de risco, psicopatologias, gestação.

Publicado
2021-06-01
Como Citar
Santos, M. E. A., Calheiros, M. S., & Silva, L. K. B. da. (2021). Transtornos Mentais na gestação: revisão integrativa. Diversitas Journal, 6(2), 2382-2394. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v6i2-1355