A reterritorialização educacional nas áreas de reforma agrária em Santana do Livramento/RS, Brasil: o surgimento de um território protagonizado

  • Mirieli da Silva Fontoura Universidade Federal de Santa Maria
  • Daniele Machado Codevila Universidade Federal de Santa Maria
  • Ivanio Folmer Universidade Federal de Santa Maria
  • Isabela Silveira Mello Universidade Federal de Santa Maria

Resumo

RESUMO: O presente trabalho foi elaborado no delineamento das ações desenvolvidas pelo Projeto de Ensino intitulado: A reterritorialização da Educação Básica nas áreas de Reforma Agrária no Município de Santana do Livramento: A escola do Campo como território protagonizado, este financiado pelo Programa de Licenciaturas (PROLICEN) da Universidade Federal de Santa Maria/RS (UFSM), no ano de 2018, o qual estabelecia como proposta principal realizar inserções pedagógicas para os estudantes das Escolas do Campo, nas áreas de Reforma Agrária na tentativa de problematizar os processos de Reterritorialização Educacional na Campanha Gaúcha tendo como base a Educação do Campo.  Desta forma, este artigo busca efetivar a problematização do papel dos sujeitos assentados pela Reforma Agrária no que se trata da manutenção e do fortalecimento das escolas do Campo, tendo como objetivo geral relatar as atividades de campo e ensino desenvolvidas na Escola Municipal de Ensino Fundamental Roseli Nunes, durante a realização do projeto citado, tendo os seguintes objetivos específicos: a) Refletir a trajetória de luta no âmbito da educação realizada pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra - MST; b) aprofundar sobre a educação do campo e território camponês; c) destacar os processos dialógicos instituídos junto aos sujeitos envolvidos nas ações do projeto.

PALAVRAS-CHAVE: Educação do/no campo. Território. Resistência.

Biografia do Autor

Mirieli da Silva Fontoura, Universidade Federal de Santa Maria

Doutoranda em Geografia pela Universidade Federal de Santa Maria. Mestre em Geografia pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Santa Maria e Pedagoga pela Universidade Federal de Santa Maria. Também possui Graduação em Letras - Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Língua Espanhola e Respectivas Literaturas pela Faculdade Metodista de Santa Maria e especialização em Literatura Brasileira pelo Centro Universitário Franciscano/Santa Maria. Desde 2010 dedica-se à linha de pesquisa em Educação do Campo nas área de Reforma agrária e atuou como professora da Rede Estadual de Educação do RS no Instituto Estadual de Educação Menna Barreto. Atualmente, sou Professora Tutora do Curso de Licenciatura em Educação do Campo UAB/UFSM.

Daniele Machado Codevila, Universidade Federal de Santa Maria

Possui graduação em LETRAS - Português, Espanhol e respectivas Literaturas pela Universidade da Região da Campanha (2007). Atualmente é professora na rede pública de ensino no Instituto Estadual de Educação Menna Barreto. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Língua Portuguesa, Espanhol, Literaturas e Cultura afro-brasileira e atuação em gestão.

Ivanio Folmer, Universidade Federal de Santa Maria
Graduado pela Universidade Federal de Santa Maria no curso de geografia Licenciatura no ano de 2014. Mestre em Geografia pelo Programa de Pós Graduação em Geografia-PPGGEO/UFSM no ano de 2018. Doutorando em Geografia-PPGGEO/UFSM com previsão de término em 2022. Participante de diversos projetos de pesquisa e extensão, com as temáticas de Educação no campo; Educação Ambiental; Gênero e sexualidade; Mortalidade Infantil; Catadores e Memória e Patrimônio Cultural.
Isabela Silveira Mello, Universidade Federal de Santa Maria

Mestra em Geografia, graduada pela Universidade Federal de Santa Maria no curso de Tecnologia em Geoprocessamento (2016) e Licenciada pelo Programa de Formação de Professores para Educação Profissional e Tecnológica do Centro de Educação da UFSM (2018). Atualmente nesta instituição é aluna do Programa de Pós-Graduação em Geografia (Doutorado). Possui experiência em Recursos Hídricos, Geoprocessamento e Dinâmicas Territoriais.

Publicado
2020-07-06
Como Citar
Fontoura, M. da S., Codevila, D. M., Folmer, I., & Mello, I. S. (2020). A reterritorialização educacional nas áreas de reforma agrária em Santana do Livramento/RS, Brasil: o surgimento de um território protagonizado. Diversitas Journal, 5(3), 2014-2025. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v5i3-1212