Redes de jovens grafiteiros em Maceió: transformações e possibilidades

  • Moisés Maciel de Carvalho Universidade Federal de Alagoas - UFAL
  • João Batista de Menezes Bittencourt UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

Resumo

O objetivo deste trabalho foi identificar como as redes digitais impactaram nas redes de jovens grafiteiros da cidade de Maceió. Demonstrando como a sociedade informacional nas sociedades contemporâneas possibilitaram novos arranjos nas redes off-line e on-line, constituindo uma cultura da virtualidade, onde o ciberespaço e o mundo concreto se embaralham e se misturando, fazendo oposição à antiga dualidade entre essas duas esferas. Desta forma, as redes digitais possibilitaram reinvenções tanto das identidades, como permitiram novos ambientes de disputas desses atores e novas formas de pesquisar nesses novos cenários.

Biografia do Autor

João Batista de Menezes Bittencourt, UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

Professor Adjunto IV vinculado ao Instituto de Ciências Sociais da Universidade Federal da Alagoas (UFAL). Atua no curso de graduação em Ciências Sociais e nos Programas de Pós Graduação em Sociologia e Antropologia Social da Universidade Federal de Alagoas. Atualmente é Coordenador do Programa de Pós Graduação em Sociologia (PPGS/UFAL). Possui Graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Ceará (2004), Mestrado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2007) e Doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (2011). É líder do grupo de pesquisa LABJUVE - Laboratório das Juventudes e membro fundador da REAJ - Rede de estudos e pesquisas sobre ações e experiências juvenis. Também atua como pesquisador no LACC - Laboratório da Cidade e do Contemporâneo. É autor do livro "Sóbrios, firmes e convictos: uma etnocartografia dos straightedges em São Paulo (Annablume, 2015).Tem experiência nas área de Ciências Sociais, com ênfase em Sociologia e Antropologia da Juventude, Sociologia e Antropologia do Corpo e Sociologia e Antropologia Urbana. Atuando principalmente nos seguintes temas: Culturas Juvenis, Cenas musicais, Cartografias do corpo e da subjetividade, Dinâmicas da masculinidade. 

Publicado
2020-07-08
Como Citar
Carvalho, M. M. de, & Bittencourt, J. B. de M. (2020). Redes de jovens grafiteiros em Maceió: transformações e possibilidades. Diversitas Journal, 5(3), 2212-2236. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v5i3-1210
Seção
Dossiê Temático - Teorias da Sociedade em Rede