Feira livre de Rio Largo/AL, Brasil: origem, tradição e rupturas

  • Bianca da Silva Souza Universidade Federal de Alagoas
  • Cirlene Jeane Santos e Santos Universidade Federal de Alagoas, Universidade Aberta do Brasil
  • Edjane Ferreira da Silva Universidade Federal de Alagoas
  • Ewerton Danillo Gomes Tenório da Silva Universidade Federal de Alagoas
  • Kallyne Teixeira Santos Universidade Federal de Alagoas
  • Maria Patrícia da Silva Universidade Federal de Alagoas
  • Radjalma Almerino dos Santos Universidade Federal de Alagoas

Resumo

RESUMO: O artigo versa sobre a transferência de localidade da feira-livre na organização do espaço da cidade de Rio Largo, Alagoas considerando a evolução geo-histórica do município e dessa atividade, além dos aspectos de distribuição, socialização dos que dela se beneficia e origem da mercadoria. A metodologia versou sobre fases de apanhado teórico, obtenção de dados por meio de entrevista e sistematização dos resultados da amostra. Ademais, se considera as feiras-livres como fenômenos econômicos e sociais antigos que remontam aos primeiros agrupamentos humanos. O objetivo da pesquisa em tese é identificar se os feirantes estão satisfeitos com a mudança de localidade. Dentre os resultados encontrados, observou-se que há algumas indagações negativas feitas pelos feirantes sobre a infraestrutura do local, estas que serão apresentadas no decorrer do artigo.

PALAVRAS-CHAVE: Feira-livre; espaço; comércio; Rio Largo.

Biografia do Autor

Cirlene Jeane Santos e Santos, Universidade Federal de Alagoas, Universidade Aberta do Brasil
Possui graduação em Geografia pela Universidade Federal da Bahia (2000), graduação em Geografia pela Universidade Federal da Bahia (1999), mestrado em Geografia pela Universidade Federal da Bahia (2004) e doutorado em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade de São Paulo (2010). Atualmente é Professora Adjunta I da Universidade Federal de Alagoas. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Agrária, atuando principalmente nos seguintes temas: território, assentamentos rurais, luta pela terra, políticas públicas e reforma agrária. É Editora-chefe da Revista Reflexões e Práticas Geográficas. 
Publicado
2020-04-09
Como Citar
Souza, B. da S., Santos, C. J. S. e, Silva, E. F. da, Silva, E. D. G. T. da, Santos, K. T., Silva, M. P. da, & Santos, R. A. dos. (2020). Feira livre de Rio Largo/AL, Brasil: origem, tradição e rupturas. Diversitas Journal, 5(2), 1007-1028. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v5i2-1168
Seção
Ciências Humanas e Sociais Aplicadas