A mulher sertaneja e o alto sertão sergipano: o uso da história oral no ensino de história

  • Emanuelle Socorro Goes de Macedo Universidade Federal de Sergipe
  • Erica Andrade de Jesus Universidade Federal de Sergipe

Resumo

RESUMO: Este trabalho objetiva relatar a nossa experiência com História Oral, desenvolvida na disciplina Tópico Especial em Ensino de História do programa de Mestrado Prof.História da UFS. Tal experiência teve como ponto culminante uma pesquisa praticada no Assentamento Florestan Fernandes, localizado em Canindé de São Francisco-SE, para tanto fizemos uso da Metodologia da História Oral, a qual oferece inúmeras possibilidades, dentre elas a de dar voz aos “pequenos homens”, de forma que a partir das suas experiências e visões de mundo, possamos ter uma compreensão extraoficial sobre os mais variados eventos. Vale aqui destacar a importância da nossa entrevistada, a senhora Maria de Lourdes, cujo rico testemunho muito contribuiu para a elucidação de questões diversas. Vale destacar que o artigo teve como conceitos norteadores a já mencionada História Oral, bem como Memória, Identidade social e Lugares de Memória.

PALAVRAS-CHAVE: Memória e Identidade. Entrevistas. Assentamento.

Biografia do Autor

Emanuelle Socorro Goes de Macedo, Universidade Federal de Sergipe

Professora de história da educação básica, graduada em História- Licenciatura pela Universidade Estadual de Alagoas, UNEAL. Especialista em metodologia do Ensino de História- Especialização pela Faculdade de Ensino Regional Alternativa, FERA. Mestranda em Ensino de História pela Universidade Federal de Sergipe, UFS. Arapiraca- AL.

Erica Andrade de Jesus, Universidade Federal de Sergipe

Professora da educação básica, graduada em História- Licenciatura pela Universidade Federal de Sergipe, UFS. Mestranda em Ensino de História pela Universidade Federal de Sergipe, UFS. São Cristóvão - SE.

Publicado
2020-04-09
Como Citar
Macedo, E. S. G. de, & Jesus, E. A. de. (2020). A mulher sertaneja e o alto sertão sergipano: o uso da história oral no ensino de história. Diversitas Journal, 5(2), 1323-1338. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v5i2-1135
Seção
Dossiê Temático - História oral e territorialidades sertanejas