Custo operacional efetivo da produção de ovos em sistema caipira nos municípios de Santana do Ipanema e São José da Tapera, Alagoas⁄BR

  • Antônio Tavares de Oliveira
  • Fábio Sales de Albuquerque Cunha
  • Jussiede Silva Santos
  • João Gustavo Souza Sales de Albuquerque
  • Maciel Bezerra Santos

Resumo

RESUMO: A avicultura caipira tornou-se uma importante fonte de renda para pequenos agricultores de municípios do sertão de Alagoas. Apesar disso, pouco é sabido sobre o real rendimento financeiro da atividade, bem como, seus custos operacionais. Neste cenário, o objetivo do presente estudo foi verificar o custo operacional efetivo da produção de ovos em sistema caipira nos municípios de Santana do Ipanema e São José da Tapera, Alagoas/BR. Foram realizadas visitas técnicas a produtores de aves, sendo entregues cadernetas de campo simplificadas para realização de anotações, contemplando indicadores de produtividade como consumo de ração, despesas, investimentos, receitas, preço dos insumos, consumo familiar, perdas, número de animais em produção, preço de venda do produto, em que os participantes da pesquisa receberam as orientações necessárias sobre o preenchimento deste material. O estudo mostrou que os produtores envolvidos na pesquisa estão divididos entre aqueles que utilizam a ração comercial e os que fabricam a ração na propriedade para alimentação das galinhas. Os dados alcançados mostraram um custo médio de R$ 3,26/dúzia de ovos produzida, impulsionado pela variação do preço dos insumos, os quais são importados de outras regiões do país. A compra coletiva de insumos pode favorecer para redução do custo de produção.

PALAVRAS-CHAVE: Custo Operacional Efetivo; Produção de Ovos em Sistema Caipira; Alagoas.

Publicado
2020-10-28
Como Citar
Oliveira, A. T. de, Cunha, F. S. de A., Santos, J. S., Albuquerque, J. G. S. S. de, & Santos, M. B. (2020). Custo operacional efetivo da produção de ovos em sistema caipira nos municípios de Santana do Ipanema e São José da Tapera, Alagoas⁄BR. Diversitas Journal, 5(4), 3226-3237. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v5i4-1086