Análise econômica da produção de frango de corte caipira em duas cidades do médio sertão de Alagoas, Nordeste do Brasil

  • Maciel Bezerra Santos
  • Fábio Sales de Albuquerque Cunha
  • Jussiede Silva Santos
  • João Gustavo Souza Sales de Albuquerque
  • Antônio Tavares de Oliveira

Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar os rendimentos obtidos a partir da produção de frango de corte em sistema semi-intensivo, em municípios do sertão de Alagoas. A pesquisa foi realizada com 18 produtores cooperados e residentes nos municípios de Santana do Ipanema e São José da Tapera, estado de Alagoas, os quais produzem frango de corte de linhagem caipira, criados no sistema semi-intensivo por um período de 90 dias. Durante os meses de janeiro a outubro de 2019 eles alojaram 5.083 aves, tendo uma mortalidade de 4,68% e produziram um total de 10.759 kg de carcaça, os quais foram vendidos pelo valor de R$107.590,00 e tiveram como despesa R$ 72.127,75. O gasto maior nas despesas foi na compra da ração, onde o consumo médio por ave foi de 8,83 kg, comprado ao valor de R$1,34 o quilo, com uma conversão alimentar de 3,18 (quilos de concentrados consumidos para produzir um quilo de frango vivo). A maior parte da produção é entregue às cooperativas (cerca de 95%), o restante é vendido por conta própria ou para o consumo da família. Durante esse período o lucro líquido obtido foi de R$ 35.462,25, uma média de 32,96% de rendimentos.

Publicado
2020-07-07
Como Citar
Santos, M. B., Cunha, F. S. de A., Santos, J. S., Albuquerque, J. G. S. S. de, & Oliveira, A. T. de. (2020). Análise econômica da produção de frango de corte caipira em duas cidades do médio sertão de Alagoas, Nordeste do Brasil. Diversitas Journal, 5(3), 2129-2139. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v5i3-1085
Seção
Zootecnia e Recursos Pesqueiros