Território da comunidade travesti no centro de Teresina-PI

  • Thiago Emanoel Vasconcelos de Araújo UFPI
  • Mariana Costa Vieira UFPI

Resumo

RESUMO: O debate sobre o território foi retomado com a grande importância que de fato merece e se caracteriza como objetivo de estudo da Geografia. Para a ciência geográfica o tema território vem se destacando não pelo seu significado, mas pela sua relevância com o meio de convivência para os seres humanos, além de ser relevante à identificação dos territórios das diferentes comunidades. O território não está ligado somente ao poder politico, está ligado também a poder simbólico de apropriação. A prostituição é um ato social da minoria excluída perante a sociedade, sem oportunidade. As travestis ao entardecer são vistas nas ruas do centro de Teresina para mais uma noite de trabalho, e é fácil identificar os espaços construídos pelas mesmas ao longo dos anos. Qual a importância e quais os reais motivos levaram essas profissionais a escolherem esses territórios?

PALAVRAS-CHAVE: Território, Prostituição, Travestis.

Biografia do Autor

Thiago Emanoel Vasconcelos de Araújo, UFPI

Tem experiência na área de Geografia, nas áreas de Geografia Urbana. Atuou como bolsista na prefeitura de Teresina entre os anos de 2015 á 2018. Atuou como representante discente do curso de Geografia no Conselho de Centro do CCHL (UESPI) no ano de 2016, e atuou também como membro do Centro Acadêmico de Geografia do Campus Poeta Torquato Neto da Universidade Estadual do Piauí. Atualmente é discente do Curso de Pos-Graduação em Planejamento Urbano e Gestão Sociambiental das Cidades na Universidade Federal do Piauí- UFPI

Mariana Costa Vieira, UFPI

Possui graduação em Geografia pela Universidade Estadual do Piauí (2018).

Publicado
2020-01-13
Como Citar
Araújo, T. E. V. de, & Vieira, M. C. (2020). Território da comunidade travesti no centro de Teresina-PI. Diversitas Journal, 5(1), 315-322. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v5i1-1063
Seção
Ciências Humanas e Sociais Aplicadas