GESTÃO ESCOLAR E TECNOLOGIAS: A REALIDADE DE ESCOLAS PÚBLICAS NA CIDADE DE MACEIÓ/AL

  • MARCELINO CARVALHO DE BRITO FILHO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

Resumo

A educação no Brasil tem sido alvo de mudanças nas últimas décadas. Desde a promulgação da Constituição Federal de 1988 e da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional 9.394/96, tornou-se evidente um movimento em favor da democratização, descentralização e modernização da escola pública. Neste cenário, surgiram novas expectativas sobre o trabalho do gestor escolar, a começar pelo desafio de transformar a estrutura administrativa clássica vigente, em um modelo educacional pautado na flexibilidade, eficiência e participação da comunidade, utilizando-se como intermédio as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC). Os atuais paradigmas da sociedade informacional e em rede têm exigido profissionais competentes e qualificados, providos de conhecimentos técnicos e científicos capazes de atender as demandas sociais, econômicas e políticas do mundo globalizado. Em Alagoas, local que predomina baixos índices de desenvolvimento educacional no país, a inserção de recursos tecnológicos na gestão escolar, está diretamente apoiada à perspectiva de mudanças significativas nas práticas administrativas e pedagógicas das escolas, como forma de obter-se melhores resultados na educação dos alunos. Entretanto, nota-se no meio científico uma escassez na produção de trabalhos que ofereçam um diagnóstico da realidade que envolve gestão e tecnologias nas escolas do Estado. Partindo dessa percepção, este artigo apresenta os resultados obtidos através de uma pesquisa de mestrado, cujo interesse foi realizar um estudo para investigar o impacto da inserção das TIC no trabalho de gestores de escolas públicas na cidade de Maceió/AL, a qual tem como relevância contribuir na discussão e ampliação dos estudos acadêmicos, e servir de embasamento para as instituições e sujeitos preocupados com a temática abordada. Pretende-se responder a seguinte problemática: o computador e a internet têm contribuído para o processo de gestão das unidades de ensino participantes da pesquisa? Assim, a metodologia adotada corteja uma pesquisa de natureza qualitativa, desenvolvida mediante levantamento bibliográfico e documental, estudo de caso múltiplo, realizado junto a nove gestores vinculados a três escolas sob a jurisdição da 1ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE). Como resultado, foi constatado que o impacto das TIC no trabalho dos gestores das unidades de ensino focalizadas, limita-se à incorporação de recursos tecnológicos em seus ambientes, do que propriamente na existência de ações efetivas e que atendam às exigências dos atuais paradigmas da sociedade. Com isso, percebe-se a necessidade de qualificação profissional dos sujeitos, proveniente das deficiências advindas da formação acadêmica e continuada, que tem implicado sérios prejuízos no desenvolvimento das atividades escolares. Palavras-chave: Gestão Escolar. Tecnologias da Informação e Comunicação. Impacto. Formação.
Publicado
2013-01-05
Seção
Artigos