A QUESTÃO DA QUALIDADE DO ENSINO DE FÍSICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

  • Ivanderson Pereira da Silva
  • Welyson Tiano dos Santos Ramos
  • Ana Paula Perdigão Praxedes
  • Wagner Ferreira da Silva

Resumo

Este estudo apresenta um diagnóstico do ensino de Física nas escolas públicas da capital alagoana no contexto da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Trata-se de uma pesquisa quali-quantitativa de levantamento, na qual os dados apresentados resultam de observações diretas da realidade escolar, da aplicação de questionários junto aos alunos e entrevistas com professores de Física de três escolas públicas de Maceió nas quais é ofertado o Ensino Médio na modalidade EJA. A partir dos dados levantados foi possível constatar que existe uma insatisfação para com o modelo proposto, tanto por parte dos alunos, quanto por parte dos professores que figuram na EJA em Maceió. Constata-se também que a capital alagoana carece de profissionais habilitados ao ensino de Física uma vez que das 41 escolas que ofertam EJA em apenas 3 se dispõem destes profissionais. A formação inicial de professores de Física deve favorecer espaços de diálogo acerca das questões inerentes ao Ensino de Física na EJA. Tais problemas evidenciados, apontam a necessidade de uma reestruturação não somente curricular, nem tão somente didática, mas principalmente Política.
Publicado
2014-08-01
Seção
Artigos