O papel da hipercultura na formação do odontólogo: um estudo comparativo entre instituições de ensino pública e privada.

  • Priscyla do Nascimento Bandeira Dantas CESMAC
  • Camilla Lins dos Anjos CESMAC
  • Lais Regina de Oliveira Cavalcanti CESMAC
  • Aleska Dias Vanderlei CESMAC
  • Euclides Maurício Trindade Filho CESMAC
  • Camila Maria Beder Ribeiro Girish Panjwani CesmacUFALUNCISAL

Resumo

A Revolução Digital levou ao aparecimento de novos conceitos, lógicas, valores, práticas e hábitos socioculturais que constituem uma nova forma de mediação denominada de Hipercultura. Neste contexto, buscou-se analisar os impactos das tecnologias da informação e comunicação na sociedade em termos das mudanças cognitivas e individuais resultantes de tal processo na formação dos profissionais do curso de odontologia. Sendo assim, foi comparado o nível de Hipercultura dos acadêmicos de odontologia das instituições de ensino superior pública e privada. Para tanto, foi selecionada uma amostra de 144 estudantes do curso de odontologia de uma Instituição de ensino pública e privada, por meio de uma pesquisa quantitativa com a aplicação de um instrumento de coleta de dados adaptado. Os resultados demonstraram que os alunos da amostra pesquisada fazem parte da geração digital, com aspectos relacionados à hipercultura. E isso configurou-se ainda mais forte quando associado ao uso de diferentes tipos de tecnologias digitais e com frequência desse uso. A hiperculturalidade, portanto, apresentou-se relacionada à auto-avaliação de conhecimento e atualização profissional, com destaque para a leitura de artigos na web.

Biografia do Autor

Camila Maria Beder Ribeiro Girish Panjwani, CesmacUFALUNCISAL

Possui graduação em odontologia pela Universidade de Pernambuco (UPE, 2005); mestrado em Odontologia (área de concentração em Clínica Integrada) pela Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE, 2008). Doutora em Estomatopatologia pela Faculdade de Odontologia de Piracicaba - Universidade Estadual de Campinas (FOP-UNICAMP), com área de concentração em Patologia. Atualmente é professora de Patologia Geral na Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL), professora de Patologia Bucal e Patologia Geral na Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Alagoas (FOUFAL), e professora de Patologia Geral e Docente do quadro permanente do Mestrado Profissional Pesquisa em Saúde do Centro Universitário Cesmac onde desenvolve pesquisas com ênfase em epidemiologia das doenças agudas e crônicas, odontologia hospitalar, qualidade de vida e pesquisa clínica laboratorial.

Referências

ALVESSON, M.; SVENINGSSON, S. Changing Organizational Culture: Cultural Change Work in progress. 2 ed. New York: Routledge, 2016.

CASTELLS, M. The rise of the network society: The information age: Economy, society, and culture. Editora John Wiley & Sons, v. 1, 2010.

CONSIDINE, K. P.Salvation for the Sinned-Against: Han and Schillebeeckx intercultural Dialogue. Pickwick Publications, 2015.

ERTÜRK, E. A comprehensive approach to the role of information and communication technology (ict) in globalization. The Journal of International Social Research, v. 8, p.359-365, 2015.

GELERNTER, D.; BROCKMAN, J. (2010). The third culture: Time to take the Internet seriously. . Acesso em 10/10/2015. GIEDD J.N. The Digital Revolution and Adolescent Brain Evolution. O Jornal da Saúde do Adolescente: A publicação Oficial da Sociedade de Medicina Adolescente, v. 51, p. 101-105, 2012.

GREGOROWSKI, C.; SEEDAT, S. Childhood addressing trauma in a development contexto. Journal Of Child And Adolescente Mental Health, v. 25, n.2, p.105-118, 2013.

LÉVY, P. As tecnologias da Inteligência: O futuro do pensamento na era da informática. São Paulo: Editora 34, Ed.13, 1992.

LÉVY, P. Cibercultura. Tradução: Carlos Irineu da Costa. São Paulo: Ed. 34, 1999.

NYLEN, D.; HOLMSTROM, J. Digital innovation strategy: A framework for diagnosing and improving digital product and service innovation. Business Horizons, v.58, p. 57- 67, 2015.

OLIVEIRA JÚNIOR, J. K., SILVA, M. A. D. As tecnologias de informação e comunicação como ferramenta complementar no ensino da histologia nos cursos odontologia da Região Norte. Journal of Health Informatics. Abril-Junho; 6(2): 60-6, 2014.

ROCHA, J. R.; NETO, A. S. A. Um Estudo de Caso Exploratório sobre a Internalização de Conceitos sobre Eletrostática: A influência da Hipercultura e Mediação Digital. Novas Tecnologias na Educação, v. 11, n. 3, 2013.

SOUZA, B. C.; SILVA, A. S.; SILVA, A. M.; ROAZZI, A.; CARRILHO, S. L. S. Putting the Cognitive Mediation Networks Theory to the test: Evaluation of a framework for understanding the digital age. Computers in Human Behavior, v. 28, p.2320–2330, 2012. 40 SOUZA, B. C.;

SILVA, L. X. L.; ROAZZI, A. MMORPGS and cognitive performance: A study with 1280 Brazilian high school students. Computers in Human Behavior, v. 26, p. 1564-1573, 2010.

SOUZA, B. C.; STAMFORD, A. S.;

SILVA A.M., ROAZZI, A.; CARRILHO, S. L. S. Putting the cognitive mediation networks theory to the test: Evaluation of a framework for understanding the digital age. Computers in Human Behavior, v. 7, p. 10.1016, 2012.

SOUZA, M. G. T. C.; SOUZA, B. C.; ROAZZI, A.; ROAZZI, M. M.; SILVA, E. S. A Era Digital e a Propensão ao Homicídio: A Hipercultura Enquanto Oposição à Cultura da Honra. Revista Amazônica, v. XIII, n. 1, p. 209-227, 2014.

WARMLING, A. M. F. Tecnologias de informação e comunicação em Odontologia: desenvolvimento de um aplicativo auxiliar no ensino. Florianópolis-SC: Universidade Federal de Santa Catarina/ Programa de Pós-Graduação em Odontologia, 2012.

Publicado
2019-06-04
Como Citar
do Nascimento Bandeira Dantas, P., Lins dos Anjos, C., Regina de Oliveira Cavalcanti, L., Dias Vanderlei, A., Maurício Trindade Filho, E., & Maria Beder Ribeiro Girish Panjwani, C. (2019). O papel da hipercultura na formação do odontólogo: um estudo comparativo entre instituições de ensino pública e privada. Diversitas Journal, 4(2), 658-672. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v4i2.769
Seção
Dossiê Temático - Pesquisa em saúde: uma abordagem multidisciplinar

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##