Alterações orais e ingestão alimentar em pacientes com câncer de cabeça e pescoço em tratamento antineoplásico

  • Ivanna Dacal Véras
  • Aldenir Feitosa dos Santos
  • Sonia Maria Soares Ferreira
  • Catarina Rodrigues Rosa de Oliveira
  • João Gomes da Costa

Resumo

O objetivo do presente estudo foi avaliar os efeitos da terapia antineoplásica na alimentação de pacientes com câncer de cabeça e pescoço antes e após o tratamento, utilizando parâmetros gustativos, salivares e dietéticos. Ao comparar as etapas estudadas foi observado que houve alterações no paladar e saliva (p≤0,99) dos pacientes, onde o fluxo salivar mostrou-se correlacionado ao paladar da mesma forma que o pH também passou a influenciar significativamente (p≤0,99) os limiares gustativos destes indivíduos. Também foi possível observar a influência do fluxo salivar entre os sabores doce (p≤0,4925) e salgado (p≤0,403). Durante a análise dietética, observou-se que após o tratamento todos os grupos alimentares foram reduzidos da alimentação, principalmente doces (99,40%), óleos e frituras (99,16%), cereais (71,81%), carnes e ovos (50,65%). Os resultados sugerem que os efeitos adversos decorrentes do tratamento antineoplásico alteram a ingestão alimentar do paciente e que independente das alterações metabólicas da própria doença, os efeitos adversos que ocorrem na cavidade oral estão correlacionados entre si e interferem diretamente na alimentação, levando o paciente a reduzir de forma significativa à quantidade dos alimentos consumidos.  

Referências

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Estimativa 2018: Incidência de câncer no Brail. Rio de Janeiro; 2018.

Galbiatti ALS, Padovani-Junior JA, Maníglia JV, Rodrigues CDS, Pavarino EC, Goloni-Bertollo EM. Head and neck cancer: causes, prevention and treatment. Braz J Otorhinolaryngol 2013; 79(2):239-247.

Slvestre-Donat FX, Puente Sandoval A. Efectos adversos del tratamiento del cáncer oral. Av. Odontoestomatol 2008; 24(1):111-121.

Freitas DA, Caballero AD, Pereira MM, Oliveira SKM, Pinho e Silva G, Hernandéz CIV. Sequelas bucais da radioterapia de cabeça e pescoço. Rev. CEFAC 2011; 13(6):1103-1108.

Lôbo AL, Martins GB. Consequências da Radioterapia na Região de Cabeça e Pescoço: Uma Revisão de Literatura. Rev Port Estomatol Med Dent Cir Maxilofac 2009; 50(4):251-255.

Rolim AEH, Costa U, Ramalho LMP. Repercussões da radioterapia na região orofacial e seu tratamento. Radiol Bras 2011; 44(6): 388-395.

Lima ADS, Figueiredo MAS, Krapf SMR, Souza FR. Velocidade do fluxo salivar após radioterapia da região de cabeça e pescoço. Rev Bras de Cancerolog. 2004; 50 (4): 287-293.

Jham BC, Freire ARS. Oral complications of radiotherapy in the head and neck. Braz J Otorhinolaryngol 2006; 72 (5):704-8.

Silva ALV, Galante C, Manzi FR. Efeito da radiação ionizante sobre o paladar em pacientes submetidos a radioterapia para a região da cabeça e pescoço. Radiol Bras 2011; 44(5): 297-300.

Gonçalves Dias MC, de Fátima Nunes Maurucci M, Nadalin W, Waitzberg DL. Nutritional intervention improves the caloric and proteic ingestion of head and neck cancer patients under radiotherapy. Nutr. Hosp 2005; 20 (5): 320-325.

Caccelli EMN, Rapoport A. Para-efeitos das irradiações nas neoplasias de boca e orofaringe. Rev Bras Cir Cabeça Pescoço 2008; 37(4): 198-201.

Gussgard AM, Jokstad A, Wood R, Hope AJ, Tenenbaum H. Symptoms reported by head and neck cancer patients during radiothepary and association with mucosal ulceration site and size: an observational study. PLoS ONE 2015; 10(6): 1-13.

Gonelli FAZ, Palma LF, Giordani AJ, Deboni ALS, Dias RS, Segreto RA, Segreto HRC. Laser de baixa potência para prevenção de hipofluxo salivar em portadores de câncer de cabeça e pescoço após radioterapia e quimioterapia. Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem 2016; 49(2): 86-91.

Eckly CA, Costa HO. Estudo comparativo do pH e do volume salivar em indivíduos com laringofaringite crônica por doença do refluxo gastresofágico antes e após o tratamento. Rev Bras Otorrinolaringol 2006; 72(1): 55-60.

Guebur MI, Rapoport A, Sassi LM, Oliveira BV, Pereira JCG, Ramos GHA. Alterações do fluxo salivar total não estimulado em pacientes portadores de carcinoma espinocelular de boca e orofaringe submetidos à radioterapia por hiperfracionamento. Rev Bras de Cancerolog 2004; 50(2): 103-108.

Caldas ASC, Facundes VLD, Cunha DA, Balata PMM, Leal LB, Silva HJ. Gustatory and olfactory dysfunction in laryngectomized patients. Braz J Otorhinolarygol 2013; 79(5): 546-554.

Guimarães A F, Galante A P. Anamnese nutricional e inquéritos dietéticos. Avaliação Nutricional: Novas perspectivas. Ed ROCA 2009; Cap 4.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira. 2 ed; Brasília 2014.

Pacheco M. Tabela de Equivalentes, Medidas caseiras e Composição Química dos Alimentos. Rio de Janeiro. Livraria e Editora Rubio 2009.

Cruz CD. GENES - a software package for analysis in experimental statistics and quantitative genetics. Acta Scientiarum. Agronomy (Online) 2013; 35: 271-276.

Fernandes GM, Bergmann A, Oliveira JF. Análise epidemiológica da população com câncer de cabeça e pescoço: Influência sobre as complicações pós-operatórias. Rev. Bras. Cir. Cabeça Pescoço 2013; 42(3): 140-149.

Martins JD, Andrade JOM, Freitas V, Araújo TM. Determinantes sociais de saúde e a ocorrência de câncer oral: uma revisão sistemática de literatura. Rev. salud pública 2014; 16(5): 786-798.

Fonseca EP, Fonseca SGO, Milagres CS, Lopes AG. Mortalidade por câncer bucal e orofaringe no Brasil entre 2002 e 2011. Revista da Faculdade de Ciências Gerenciais de Manhuaçu – FACIG 2014; 11(2): 08-17.

Bonfante GMS, Machado CJ, Souza PEA, Andrade EIG, Acurcio FA, Cherchiglia ML. Sobrevida de cinco anos e fatores associados ao câncer de boca para pacientes em tratamento oncológico ambulatorial pelo Sistema Único de Saúde, Brasil. Cad. Saúde Pública 2014; 30(5): 983-997.

Amar A, Curioni AO, Paiva DL, Rapoport A, Dedivitis RA, Cernea CR, Brandão LG. Epidemiological assessment and therapeutic response in hypopharyngeal câncer. Braz J Otorhinolaryngol 2013; 79(4): 500-504.

Carvalho APV, Vital FMR. Perfil epidemiológico dos pacientes com câncer de cabeça e pescoço da fundação Cristiano Varella. Revista Científica da Faminas 2009; 5(2): 45-58.

Chedid HM, Amar A, Rapoport A, Curioni AO, Souza RP, Dedivitis RA. Análise do PET-CT no estadiamento do câncer epidermóide de cabeça e pescoço. Ver. Bras. Cir. Cabeça Pescoço 2013; 42(3): 153-156.

Chavoni RC, Silva PB, Ramos GHA. Diagnóstico nutricional de pacientes do serviço de cabeça e pescoço e sua relação com disfagia em um hospital oncológico do Paraná. Rev. Bras. Cir. Cabeça Pescoço 2014; 43(1): 35-41.

Paula JM, Sawada NO. Qualidade de vida relacionada à saúde de pacientes com câncer em tratamento radioterápico. Revista Rene 2015; 16(1): 106-113.

Giafferis RBL, Junior LAVS, Santos PSS, Chicrala GM. Estratégias terapêuticas disponíveis para xerostomia e hipossalivação em pacientes irradiados de cabeça e pescoço: manual para profissionais de saúde. Revista UNINGÁ 2017; 54(1): 45-58.

Jesus JSF, Borges-Paluch LR, Cerqueira TPS, Vilanova MX, Hsie BS. Caracterização e ocorrência de cândida em pacientes submetidos a tratamento antineoplásico. Revista Universidade Vale do Rio Verde 2015; 13(1): 114-124.

Mello TM, Cabanellos QDV. Relação da xerostomia com a quimioterapia em pacientes com câncer de mama em tratamento quimioterápico. Revista do Congresso de Pesquisa e Extensão da FSG 2017; 5(5): 222-224.

Medeiras FPP, Martinez CE, Cardoso SS. Estado nutricional e ingestão alimentar de pacientes com câncer de cabeça e pescoço submetidos a tratamento oncológico. Arq. Ciênc. Saúde 2016; 23(4): 43-47.

Almeida AF, Alves RC, Felix JD, Castro DS, Zandonade E, Rocha RM. Qualidade de vida das pessoas acometidas por câncer no trato aerodigestivo superior em um hospital universitário. Rev. Bras. de Cancerolog. 2013; 59(2): 229-237.

Pereira PL, Nunes ALS, Duarte SFP. Qualidade de vida e consumo alimentar de pacientes oncológicos. Rev. Bras. Cancerolg. 2015; 61(3): 243-251.

Rosa LM, Búrigo T, Radunz V. Intinerário terapêutico da pessoa com diagnóstico de câncer: cuidado com a alimentação. Rev. Enferm. UERJ 2011; 19(3): 463-467.

Ströhle A, Zänker K, Hahn A. Nutrition in oncology: the case of micronutrients (Review). Oncology Reports 2010; 24:815-828.

Publicado
2019-06-04
Como Citar
Véras, I. D., dos Santos, A. F., Ferreira, S. M. S., de Oliveira, C. R. R., & da Costa, J. G. (2019). Alterações orais e ingestão alimentar em pacientes com câncer de cabeça e pescoço em tratamento antineoplásico. Diversitas Journal, 4(2), 566-579. https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v4i2.760
Seção
Dossiê Temático - Pesquisa em saúde: uma abordagem multidisciplinar

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##