Nas teias do crédito: riqueza, poder e prestígio entre os homens de negócio na Estancia/Sergipe oitocentista (1820-1888)

  • Sheyla Farias Silva Universidade Federal de Alagoas

Resumo

In the webs of credit: wealth, power and prestige among businessmen in the nineteenth century Estancia/Sergipe (1820-1888)

RESUMO: Ao estudarmos a vida material dos negociantes estabelecidos em Estância/Sergipe no período de 1820-1888, por meio da análise de 75 inventários post-mortem, percebemos o caráter mercantil e dinâmico desta cidade, evidenciado pela composição das fortunas, em maior parcela formada por dívidas ativas, contraídas pelo intercâmbio comercial, via abastecimento, empréstimos e pelas transações comerciais com negociantes de outras localidades sergipanas, bem como outras Províncias, a exemplo da Bahia. Ainda de acordo com a posse de bens, verificamos que alguns negociantes tinham uma extensa rede de crédito, originados pelas compras efetuadas a prazo em suas lojas ou por empréstimos concedidos. Ao considerarmos o ato de emprestar, mesmo que pequenas quantias, uma oportunidade de expandir sua influência, na medida em que para esta sociedade o capital usurário promovia prestígio e poder. Constatamos ainda, que um pequeno grupo que controlava alguns setores chaves da economia local, como o crédito e o abastecimento.

 

PALAVRAS-CHAVE: Crédito, riqueza, negociantes.

 

ABSTRACT

In studying the material life of the merchants established in Estância / Sergipe in the period of 1820-1888, through the analysis of 75 postmortem inventories, we perceived the mercantile and dynamic character of this city, evidenced by the composition of the fortunes, in a larger portion formed by active debts, incurred through commercial exchange, supply, loans, and commercial transactions with merchants from other Sergipe communities, as well as other Provinces, like Bahia. Also according to the possession of goods, we find that some dealers had an extensive credit network, originated by the purchases made in the term in their stores or by loans granted. Considering the act of lending, even small amounts, an opportunity to expand its influence, inasmuch as for this society the usurious capital promoted prestige and power. We also found that a small group that controlled some key sectors of the local economy, such as credit and supply.

 

KEYWORDS: Credit, wealth, traders.

Biografia do Autor

Sheyla Farias Silva, Universidade Federal de Alagoas
Curso de História

Referências

Fontes

Fontes Primárias

1 – Fontes Manuscritas

Aracaju - Sergipe 1.1.2. Arquivo Geral do Judiciário do Estado de Sergipe - AGJSE Cartório de Estância 1º e 2º ofício

Inventários post-mortem (1820 – 1890) Cx. 1 - 1A e 12 -79A

Ação de Crédito (1820-1890) Cx. 638 – 644

Ação de Libelos Cível (1820-1890) Cx. 392-420

Assignação de Dez Dias (1820-1890)

Execução Comercial (1820-1890) Cx. 647-650

1.2. Biblioteca Pública Epifânio Dórea Recopilador Sergipano (1832-1864)

2 - Fontes Impressas

BRASIL. Código Comercial do Império do Brasil (1886).

Bibliografia

ALMEIDA, M. G. S. Nordeste Açucareiro: Desafios num processo de vir-a-ser capitalista. Aracaju: UFS/ SEPLAN/ BANESE, 1993.

FARIA, Sheila de Castro. A Colônia em Movimento. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1998.

FRAGOSO, João L.R. Homens de Grossa Aventura: acumulação e hierarquia na praça mercantil do Rio de Janeiro (1790 – 1830). Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 1992.

FREIRE, Laudelino. Quadro Coreográfico de Sergipe. Rio de Janeiro: H. Garnier Irmãos. 1896.

FURTADO, Júnia Ferreira. Homens de Negócio: a interiorização da metrópole e o comércio nas minas setecentistas. São Paulo: Hucitec, 1999.

MASCARENHAS, Maria José Rapassi. Fortunas Coloniais: Elites e Riqueza em Salvador 1760-1808. São Paulo, 1998. Tese (Doutorado em História Econômica) – Universidade de São Paulo.

MATTOSO, Kátia M. de Queirós. Bahia: A cidade do Salvador e seu mercado no século XIX. São Paulo: Hucitec; Salvador: Secretaria Municipal de Educação e Cultura, 1978.

___________________________. “A Opulência na Província da Bahia” In: História da Vida Privada no Brasil: Império. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

MOTT, Luiz Roberto de Barros. Sergipe Del Rey: população, economia e sociedade. Aracaju: FUNDESC, 1986.

RUSSEL-WOOD, A. J. L. Fidalgos e Filantropos. Brasília: Editora da UNB, 1981.

Publicado
2019-02-17