Ocorrência de Helicoverpa zea (Lepidoptera: Noctuidae) em híbridos de milho (Zea mays L.) submetidos a diferentes níveis de irrigação

  • João Pedro Ferreira Barbosa
  • Laryssa Roberta Alves Farias
  • Paulo da Silva
  • Luan Lucas Cardoso Lima
  • Dacio Rocha Brito
  • Davi Bibiano Brito

Resumo

O milho (Zea mays L.) planta da família Poaceae, usada na alimentação humana e animal. Em locais de pouca precipitação pluviométrica usa-se a irrigação, meio de atender as necessidades hídricas da planta. Alguns aspectos causam demanda de tempo e recursos, como as pragas. Dentre estas, destaca-se a Helicoverpa zea, causando danos diretos que podem chegar a 8%. A fim de conhecer melhor a praga e sua relação com as condições ambientais, objetivou-se avaliar a ocorrência de H. zea em híbridos de milho em diferentes níveis de irrigação. O estudo ocorreu no Polo Tecnológico Agroalimentar de Arapiraca em fevereiro de 2018. O plantio foi manual em linhas separadas 0,80 m entre si e 0,10 m entre plantas, cada parcela continha 5 linhas de 5 m comprimento. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com 3 repetições e 3 tratamentos dispostos em arranjo fatorial 3x3. Avaliou-se 3 híbridos (Javi, Jabra e Janor) e 3 níveis de irrigação, irrigação média de 2,5 mm/dia; 5,0 mm/dia e 7,5 mm/dia. Fez-se avaliações na fase de grão leitoso, colhendo 10 espigas aleatoriamente em cada parcela, para verificar a presença da praga. Os dados foram transformados em √x+0,5 e submetidos a análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade no software SISVAR 5,6. Não foi encontrada diferença significativa entre os tratamentos (p<0,05), conclui-se que a incidência de H. zea não foi influenciada por variações na quantidade de lâminas brutas médias de água na cultura do milho

Referências

AYARS, J. E.; FULTON A.; TAYLOR B. Subsurface drip irrigation in California - Here to stay?. Agricultural Water Management. v. 157, n.4, 39-47, 2015.

MARQUES, P. A. A.; FRIZZONE, J. A; TEIXEIRA, M. B. O estado da arte da irrigação por gotejamento subsuperficial. Colloquium Agrariae, v.2, n.2, p. 17-31, 2007.

FREITAS, J. R. et al. Flutuação populacional e parasitismos de ovos de Spodoptera frugiperda e Helicoverpa zea em milho pulverizado com extratos vegetais e Metarhizium anisopliae. Engenharia Ambiental, v. 7, n. 3, p. 291-300, 2010.

FARINELLI R.; LEMOS L.B. Produtividade e eficiência agronômica do milho em função da adubação nitrogenada e manejos do solo. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, v.9, n.2, p.135-146, 2010.

GALLO, D. et al.; Entomologia Agrícola. Piracicaba: FEALQ, 2002.

GRAVINA, C S. et al. Efeito de irrigação e de cultivo na produtividade e em danos de insetos na cultura do tomate orgânico. Horticultura brasileira, v. 28, n. 2, p. 2834-2842, 2010.

OLIVEIRA, A. T.; JUNQUEIRA, A. M. R; FRANÇA, F. H. Impacto da Irrigação por aspersão convencional na dinâmica populacional da traça-das-crucíferas em plantas de repolho. Horticultura Brasileira, v. 18, n. 1, p. 37-40, março 2000.

OTA, E. C. et al. Desempenho de cultivares de milho em relação a lagarta-do-cartucho. Bragantia, v. 70, n. 4, p. 850-859, 2011.

SILVA, M. R. R. et al. Influência da irrigação e cobertura morta do solo sobre as características agronômicas e produtividade de milho. Irriga, Edição Especial, p.170-180, 2012.

WAQUIL, J. M. et al. Manejo de lepidópteros-praga na cultura do milho com evento pirâmide Cry1A.105 e Cry2Ab2. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 48, n. 12, p. 1529-1537, 2013.

Publicado
2019-02-15